“Possuídos”

Os Possuídos (Bugs, 2007)

Filme realizado pelo mesmo diretor do “exorcista”, William Friedkin desta vez adota o terror produzido pela natureza humana e não por algo sobrenatural,embora um seja tão incontrolável quanto  o outro

A maior parte do filme se passa no mesmo cenário, embora este sofra drásticas transformações conforme o avançar do filme.Os atores se transformam psíquica e fisicamente, ocorre uma degradação deles, que culmina no ato final, a total destruição.

O filme conta a história de uma garçonete solitária, que mora num motel à beira da estrada e é marcada por uma grande perda em sua vida, o desaparecimento do filho de seis anos no mercado. Ela vive alcoolizada e fragilizada.

Esta mulher conhece um homem, que pelo modo diferente como a trata, se destaca dos outros. Desde o início, ele demonstra uma maneira estranha de agir, sem ter muito tato social.

Ela se vê muito envolvida por aquela figura que a respeita e trata bem e rapidamente se apega a ele de forma intensa.

Logo, ele começa a demonstrar excessiva preocupação com insetos na cama e no corpo. Inicialmente, ela se opõe, mas ao perceber que aquilo o deixa irritado, passa a aceitar também aquela infestação como real.

A partir daí, o isolamento se intensifica e s dois passam o tempo todo fechados no quarto de hotel procurando por insetos. Os corpos começam a ser cortados em busca destes insetos, com uma destruição progressiva, principalmente do corpo dele.

O apartamento passa a ser todo coberto de alumínio e com objetos pendurados, tudo com o objetivo de combater esses insetos.

Além dos insetos, o delírio também tinha um conteúdo persecutório: o Exército estava atrás dele, que era um desertor, pois fora utilizado como cobaia em uma experiência na qual os ovos de insetos foram implantados nos seu corpo.

Na sequência final do filme, há uma revelação total, incluindo todos os personagens e fatos do filme.

Eles seguem neste ciclo doentio até que atingem o ápice da situação com a única solução possível, o total aniquilamento

O cenário limitado espacialmente ajuda a criar um clima angustiante e a atuação dos autores consegue gerar uma grande tensão.

O psicótico feito pelo ator Shanon consegue convencer não apenas quando já está evidente seu delírio, mas mesmo no inicio, com o comportamento introvertido, isolado e poucas habilidades sociais, além da própria postura e gestos.

O quadro psiquiátrico que se observa neste filme chama-se “folie à deux”, que é um transtorno delirante compartilhado por geralmente duas pessoas com determinadas características.

O indivíduo doente, que tem o delírio primário, tem uma relação de superioridade com o outro, que em geral é mais frágil e dependente do primeiro. Este segundo não é doente, mas passa a compartilhar do delírio, devido a sua fragilidade psicológica.

O isolamento social também é um fator muito importante para o desenvolvimento dessa relação.

2 respostas para “Possuídos”

  1. Wal disse:

    Eu pensei que o personagem estivesse tendo alucinacoes por efeito do uso de cocaina, ou Ekbom’s Syndrome. Mas valeu a visao psiquiatrica do filme.

  2. euferbr disse:

    É..esse filme é muito interessante, mostra bem o quadro psiquiátrico.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: